Educação e Cultura

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Parque Vicentina Aranha alia lazer à cultura

 

O antigo Sanatório Vicentina Aranha é hoje um parque que oferece aos visitantes, em meio a 3 mil árvores, uma vasta variedade de atrações esportivas e culturais, de caminhadas à exibição gratuita de filmes de qualidade, de shows musicais a leituras e brincadeiras

 

Decididamente vale a pena conhecer e curtir o Parque Vicentina Aranha, que ocupa 84.500 m² na região central da cidade, sendo 86% de área verde — 3 mil árvores, inclusive araucárias, jatobás, sapucaias, imbaúbas, ipês, quaresmeiras, sibipirunas e espécies frutíferas como abacateiros e mangueiras — e o restante de área construída, pertencente ao antigo Sanatório do mesmo nome, inaugurado em 1924.

 

Tombado pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Artístico, Paisagístico e Cultural de São José dos Campos e pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo, em 2012 o Parque teve iniciada a primeira fase de um amplo projeto arquitetônico, que tem como finalidade o restauro de todo o seu patrimônio edificado, segundo informação da Prefeitura: “Dos sete pavilhões existentes, três estão passando por obras estruturais e um, que já começou a ser restaurado, abrigará um museu interativo e um show-room”.

 

Hoje, o Parque oferece diversas atividades para seus frequentadores. Uma das mais marcantes, destinada a atrair o público jovem e levá-lo a conhecer suas belezas e histórias “de forma lúdica e divertida”, é a “visita monitorada noturna”, promovida pela Associação Joseense para Fomento da Arte e da Cultura e pelo Núcleo de Preservação do Patrimônio Histórico, Humano e Arquitetônico do Parque Vicentina Aranha.

 

Nesta modalidade de visita, um dos historiadores do parque veste-se como o mordomo Alberto de Menezes Borba, antigo diretor do Sanatório e personagem lendário, que apresenta o local para os visitantes, os quais deverão utilizar, para conhecer as dependências do Pavilhão Central, apenas as luzes de suas próprias lanternas.

 

O evento acontece a cada dois meses e é divulgado no site (http://goo.gl/4XYvh8) e na fan page do Parque (http://goo.gl/1ARh4K).

 

As vagas são limitadas a 30 pessoas por visita e a entrada é franca.

 

Os interessados devem retirar o ingresso na portaria do Parque.

 

Também é possível agendar visitas monitoradas diurnas, com antecedência de pelo menos um dia e limitadas a 60 pessoas por visitação.

 

Recentemente foi realizada, na sala de leitura do Pavilhão Central do Parque, a exposição “Ciência da Luz - Projeto Ciência no Parque”, encerrada em 1° de dezembro.

 

Sua coordenação esteve a cargo do professor Roberto Stempniak e ela consistiu de experimentos e palestras de professores.

 

A seguir, com base nas informações prestadas pelo site do Parque, apresentamos um resumo dos principais equipamentos e atividades:

 

Esporte e saúde

• Pista para caminhada e corrida: possui 1.150 metros e é utilizada por cerca de 3 mil pessoas por dia.

• Academia ao ar livre: integra o Programa Cidade em Movimento, da Prefeitura. Formados em Educação Física, os monitores estão disponíveis para o público interessado de segunda a sexta- feira (7 às 10h e 17h às 20h) e aos sábados (7 às 10h).

• Centro de Xadrez Aranha: oferece aulas para crianças e realiza torneios abertos com frequência.

 

Lazer

• Programa Vem Brincar: todo domingo, das 9h às 13h, são organizadas por monitores brincadeiras como perna de pau, jogos gigantes, brinquedos infláveis e oficina de artes.

• Leitura no Bosque: para crianças e adultos, aos sábados, domingos e feriados, das 10 às 17 horas.

• Música no Parque: shows realizados aos domingos, nos quiosques do Parque, das 10h30 às 11h30. • Cinema no Parque: iniciado em junho de 2012, exibe mensalmente filmes ao ar livre.

 

O Parque Vicentina Aranha está situado à Rua Prudente M. Moraes, 302, na Vila Adyana. Telefone (12) 3911-7090.

 

Compartilhe
Share this

testando