“Algumas perguntas estão sem resposta”

 

“Algumas perguntas estão sem resposta”

Associação dos Familiares das Vítimas do Acidente com o VLS

O Tempo não espera!

No dia 22 de agosto de 2003, em apenas 6 segundos, nossas vidas mudaram para sempre. Em cada um o impacto veio de um jeito diferente e, a partir daí, mudamos a estrada de nossas vidas. Todos os sonhos teriam que ser refeitos. Medo, dor, angústia, tristeza... Tantos sentimentos passaram em segundos por nossos corações, por nossas almas. Pensamos: “Que fazer agora?”,

“Como seguir em frente?”, “Qual o norte agora?”... Uma história cujo fim não se conheceu: foi necessário criar uma nova história, um outro enredo com personagens diferentes e a ausência de alguns. Quantas noites junto ao travesseiro desejamos uma mágica que fizesse desaparecer aqueles segundos fatais!

Algumas perguntas ainda estão sem respostas: “Por que tantos funcionários trabalhando ao mesmo tempo, e pior, com os dispositivos instalados? Por que os dirigentes da missão não receberam punição?”

Mas o Tempo não para, não espera, não volta! Assim, o tempo foi passando e todo ano a gente se encontra aqui para, na homenagem aos nossos heróis, juntos comungar uma união e assim cada um a seu jeito fortalecer a crença de que não foi em vão essa dor. A cada ano surge uma novidade em nossas vidas: uma vida que chega, a conquista da faculdade de um filho, o casamento de outro, um novo amor em nossas vidas, um envelhecer, o sentimento de que a vida segue o seu rumo mesmo com nossos pesares, enfim...

É a vida continuando, o tempo passando... Hoje, estamos aqui juntos de novo, dez anos depois, para homenagear nossos entes queridos e ausentes. Neste tempo que se passou, foi necessário que aqueles sentimentos de medo, dor, angústia, tristeza, outrora vivos em nossos corações, se transformassem em força.

Na dor da perda, aprendemos a tirar o melhor, aprendemos que amor é para sempre, que somos todos unidos pelos laços da alma, pelo destino. Assim, a dor e a angústia da perda foram substituídas por novos sentimentos.

Acabaram surgindo força, coragem, fé! Dez anos coincidem com um momento de questionamentos sobre a ética, sobre valores, sobre a importância de cada um frente a uma dedicação de um sonho para virar um projeto de vida. Todos juntos aqui, também estamos juntos para nos fortalecer. “Cabe a nós perpetuar e manter acesa a chama do idealismo que tanto alimentou nossos entes, mas também temos como missão promover a mudança”. Um sentimento ficará para sempre, com certeza: as Saudades!

Compartilhe
Share this

testando