Programa espacial em pauta

Programa espacial em pauta
Revista analisa o Programa Espacial Brasileiro

A revista Retrato do Brasil coloca em pauta, mais uma vez, o Programa Espacial Brasileiro. Edição de fevereiro traz duras críticas ao PEB.

Por Fernanda Soares
A edição dedicou dez páginas para fazer uma análise do Programa Espacial Brasileiro desde a sua criação, na década de 50.
Os temas abordados vão desde a Missão Espacial Completa Brasileira - MECB aos dias de hoje.
A reportagem menciona que a MECB “foi substituída por um plano casuístico, que se pretende comercial, mas não se sabe para onde ele vai”.

A revista mostra que o país está perdido quando se trata do programa espacial, mesmo tendo a área definida como estratégica pelo plano da Estratégia Nacional de Defesa.
A falta de investimentos no Veículo Lançador de Satélites - VLS foi muito bem abordada.
A comercialização do PEB, através da criação da ACS e da compra de satélites geoestacionários, ao invés de direcionar os recursos para investimentos próprios, foi duramente criticada pela revista.

Comparações do Brasil com outros países que iniciaram as pequisas na área espacial no mesmo período, mostraram o atraso do nosso programa.
Nem mesmo a atuação da Agência Espacial Brasileira - AEB deixou de ser criticada.
O SindCT disponibilizou a íntegra das matérias no site: www.sindct.org.br

Compartilhe
Share this

testando