Cultura

GAMT: formação para a vida

Em Caçapava/SP, grupo educativo desenvolve talentos e insere jovens no mercado de trabalho

Por Vitor Portezani

Em 8 de maio de 1975, foi criado o Grupo de Assessoria e Mobilização de Talentos (GAMT), uma associação da sociedade civil sem fins lucrativos com caráter social, cultural e educacional.

Fundado por iniciativa da assistente social Zélia Madureira, a proposta da entidade é educar e reeducar menores de ambos os sexos, “proporcionando-lhes completa assistência social e educacional, esta última essencialmente profissionalizante”, como informa a página oficial do GAMT.

O grupo possui quatro linhas de atuação: aprendizagem profissional; educação e cidadania; empreendedorismo; e geração de renda e cultura.

A ideia é promover o desenvolvimento integral dos jovens, associando conceitos de cidadania e ética à formação profissional.

Os jovens procuram a associação em busca de oportunidade para chegar ao primeiro emprego. O Grupo é reconhecido pela capacidade de viabilizar a contratação e a formação de jovens aprendizes, junto às empresas do Vale do Paraíba, via Lei da Aprendizagem.

“Muitos desses jovens passam a desempenhar funções de destaque em empresas da região”, destaca Paulo Luz, coordenador da entidade. Em pouco mais de 35 anos de existência, estima-se que o GAMT tenha contribuído para a vida de mais de 24 mil pessoas.

A média de beneficiados, nos diversos projetos desenvolvidos, é de 950 pessoas por semestre, nos últimos dois anos.

Projetos desenvolvidos pelo GAMT

Ponto de Cultura: possibilita ao jovem se reconhecer como autor e produtor de arte e comunicação.

Ponto de Encontro: envolve moradores do bairro de Caçapava Velha e região em oficinas audiovisuais, grafite, música, dança e outros temas nos quais tenham interesse.

Meninos do GAMT: aprendizado prático e teórico das principais expressões musicais brasileiras: samba, maracatu, carimbó e frevo, ensinando a valorizá-las. A proposta é montar uma orquestra com os participantes das oficinas.

Companhia de Bonecos: formada por 25 artistas que compõem a percussão e os personagens do Maracatu.

As apresentações folclóricas são feitas com o objetivo de arrecadar fundos para a entidade.

A sede do GAMT fica na Rua Prof. José Bernardes Paes Júnior, 301, Caçapava/SP. Contato pelos telefones (12) 3652-8015 e 9179-5849. Mais informações no endereço www.gamt.org.br

Compartilhe
Share this

testando