VITALIDADE NO VALE: música, trabalho manual e convivência

Grupo de percussão Batucaia cria instrumentos e ministra aulas de música

O grande diferencial do grupo é o conhecimento de luteria, a antiga arte de construção de instrumentos de corda

Redação
Jornal do SindCT

A Associação Instituto Sapucaia (Ações em Educação, Cultura e Meio Ambiente), ONG fundada em 2006 e, hoje, Ponto de Cultura, começou suas parcerias e o desenvolvimento de ações com projetos sócio-educativos e culturais.

No início, suas atividades consistiam em seminários, plantios, cursos, feiras de escambos, encontros de autores, projetos ambientais, sociais e culturais, pesquisas de campo, monitoramentos, interação escola/campo. Com o tempo o espaço dedicado à cultura se ampliou.

Sentindo necessidade de disseminar a cultura popular da região e valorizar o meio ambiente, os organizadores idealizaram o projeto Construindo Música - Criar Instrumentos, Aprender Ritmos e Exibir Saberes com aulas teóricas e práticas de música e confecção de ecoprodutos.

O sucesso do empreendimento realizado de março de 2010 a março de 2011 através de Lei de Incentivo à Cultura do município de Jacareí, com patrocínio da CCR-Nova Dutra, fez com que o grupo de alunos desse continuidade à proposta e formasse um bloco de percussão, o Batucaia, em abril deste ano.

Por dentro do Batucaia

O Batucaia é formado por 20 pessoas, com idade entre 10 a 70 anos.

O grupo se reúne às sextas feiras, para aulas de teoria, prática e pesquisa de ritmos e danças populares: maracatu, jongo, ciranda, batuque de umbigada, entre outros. As aulas são gratuitas e abertas à comunidade.

“Pretendemos nos tornar um grupo de pesquisa e criação onde todos seremos autores, somando forças e trocando ideias, experiências e inovações”, diz Fernanda Araújo, percussionista e fundadora do grupo.

Para Beatriz Borrego, o grupo Batucaia deve ser um projeto independente. “Sentimos que a instituição regou as primeiras sementes e agora os brotos precisam crescer, independentes e autônomos. Como somos Ponto de Cultura e acreditamos na sua estrutura de sucesso autonomia, protagonismo e empoderamento, vemos que devemos fazer o grupo tomar posse de seus desejos, necessidades, sendo autor e resignificador de ideias, permitindo assim uma gestão compartilhada”.

O grande diferencial do grupo é o conhecimento de luteria, a arte de construção de instrumentos de corda.

Assim, têm potencial para mão de obra e agentes educacionais transformadores na comunidade. O grupo possui espaço físico amplo, equipamentos e materiais para desenvolvimento dos trabalhos.

A proposta é oferecer técnica e experiências do fazer artístico através da investigação musical e suas vertentes, facilitando a criação e produção dos instrumentos escolhidos e suas práticas musicais. Será espaço de pesquisa e criação onde todos serão autores, somando forças e trocando ideias, experiências e inovações.

Para Marco Antonio Guimarães, fundador e líder do grupo UAKTI - grupo de investigação e criação instrumental sonora, “o surgimento de novos instrumentos para concerto encontra-se praticamente estacionada, desde o final do séc XIX. De lá pra cá, as principais mudanças nessa área restringem-se à melhoria dos métodos de fabricação e ao aperfeiçoamento dos princípios de funcionalidade e produção de som”.

Vagas abertas para todas as idades

Quem quiser se integrar às atividades do Batucaia, será bem acolhido.

É só fazer um contato telefônico e ter vontade de construir, em conjunto, instrumentos e pessoas humanas.

Para contatos, ligue para: Beatriz Borrego (12) 9722-4207, ou Fernanda Araújo (12) 8806-4874.

A arte da Luteria

“A manufatura de instrumentos de cordas encerra alguma complexidade de procedimentos e métodos, que atravessam áreas do conhecimento inerentes a diferentes ofícios tradicionais, como a de marceneiro, de entalhador, de torneiro, de embutidor e de polidor. Conjugadas com saberes elementares de matemática, de geometria, e de âmbito musical” (Antonio Rodrigues, Musicólogo-Autor Português).

Compartilhe
Share this

testando